Tipos de Rolo de pintura

Tipos de Rolo de pintura

Saiba como escolher o rolo certo para pintura, seja da sua própria casa, você que acabou de se tornar pintor ou até mesmo você que ainda possuí dúvidas na hora de escolher.

Tipos de rolo de pintura

Rolo de lã natural

Fabricado com lã de carneiro, esse rolo de pintura é recomendado para a aplicação de tintas à base d’água (látex, PVA e acrílicas). Possui uma variedade de tamanho dos pelos, sendo recomendados para as superfícies mais rugosas os que tiverem pelos mais altos, que retêm mais tinta e permitem maior facilidade na hora de espalhá-la. Já os rolos com pelos menores são mais leves e ideais para os acabamentos, uma vez que não respingam.

Rolo de lã mista

É feito com 50% de lã de carneiro e 50% de fibra de poliéster, fixadas em um tubo pelo processo de termofusão. Também é um rolo de pintura recomendado para a aplicação de tintas à base de d’água.

Rolo de lã especial

Esse tipo de rolo de pintura foi desenvolvido especialmente para aplicação de tintas à base d’água, além de esmaltes sintéticos, óleos e vernizes. É fabricado com manta de lã artificial de fibra de poliéster, que é fixada ao tubo pelo processo de termofusão.

Rolo de espuma ou poliéster

Esse rolo de pintura tem uma densidade maior e uma estrutura celular mais fina. Ele retém mais tinta e, por isso, proporciona um melhor alastramento com qualquer tipo de tinta acrílica ou sintética. Mas, diferentemente dos rolos de lã, são indicados apenas para superfícies lisas.

Dicas para usar o rolo de pintura

Limpe bem a parede que vai receber a tinta

Uma parede limpa é importante não somente para a pintura com rolo, mas para qualquer pintura. O ideal é que ela seja lixada e limpa com um pano umedecido, para que fique completamente uniforme e tenha um aspecto limpo, para que depois receba as demãos de tinta. Paredes com textura também devem ser limpas com uma escova de cerdas macias ou pano umedecido, para retirar quaisquer resquícios de sujeiras que possam comprometer o aspecto final da pintura.

Escolha o rolo certo para cada superfície

Como já mostramos, existem diversos tipos de rolos, com pelos de tamanhos diferentes e com composições diferentes. Essa variedade não é em vão: cada tipo de rolo de pintura é recomendado para um tipo de tinta diferente e para uma superfície diferente. Sendo assim, escolha com cuidado o rolo, levando em conta todos esses fatores e, se preciso for, peça ajuda a um profissional.

Prepare o rolo para o primeiro uso

Caso a tinta utilizada seja à base d’água, o rolo de pintura deve ser molhado com água. No caso de tintas à base de solventes, o rolo deve ser umedecido com um solvente, como aguarrás. Isso fará com que o rolo não solte nenhum pelo e absorva melhor a tinta. Para rolos novos, é recomendado colar em volta de sua superfície um pedaço de fita adesiva que, ao ser retirada, levará consigo todos os pelos soltos e impurezas que possam estar no rolo.

Fique atento à direção das demãos

Em primeiro lugar, é preciso saber que o rolo de pintura é recomendado para grandes superfícies e não devem ser usados nos cantos, porque não são objetos que oferecem muita precisão. Para oferecer uma pintura mais uniforme, o ideal é que:
– pinte primeiro os cantos da parede com o pincel. Esses áreas requerem apenas uma demão e a cor ficará uniforme a partir de duas ou três demãos aplicadas no restante da superfície;
– a primeira demão deve ser aplicada na vertical, começando do meio para os cantos. Dessa forma, os pincéis estarão mais secos e não haverá respingos nem acúmulo de tinta no rodapé;
– a segunda demão deve ser aplicada na horizontal, também começando pelo meio;
geralmente, na lata da tinta vem a recomendação do fabricante de quanto tempo deve ser esperado entre uma demão e outra, mas a média é de duas a quatro horas, dependendo do clima.

Limpe bem depois do uso

Depois de terminada a pintura, o rolo de pintura, tanto de espuma quanto de pelo, deve ser lavado com água ou solvente, de acordo com a composição da tinta usada. Além de prolongar a vida útil do rolo, mantê-lo limpo faz com que a tinta seja absorvida de maneira mais eficiente e proporcione uma pintura melhor. Depois de limpo, o rolo deve ser guardado longe da incidência solar, em um local seco e arejado, para que se seque completamente, durante quatro ou cinco dias. Só depois de completamente seco, ele pode ser guardado em uma embalagem plástica até o próximo uso.

 

Gostou? Ligue agora ou mande uma mensagem em nosso WhatsApp e peça seu orçamento com a A.S Materiais, não perca tempo e aproveite todas as nossas ofertas.

 

https://chatuba.com.br/usar-corretamente-o-rolo-de-pintura/