Impermeabilização de lajes: Como fazer passo a passo
Impermeabilização rígida

Impermeabilização de lajes: Como fazer passo a passo

Aprenda como é feita a impermeabilização de lajes com passo a passo resumido. Conheça as etapas para impermeabilizar laje de forma segura. Confira!

Impermeabilização de lajes é o procedimento utilizado para interceptar o fluxo de água de uma superfície e encaminhá-lo para os dispositivos que irão realizar o seu devido descarte ou reaproveitamento.

A impermeabilização de uma laje pode ser realizada para proteger a superfície contra águas de chuvas, de banhos, de lavagens ou de qualquer outra atividade que utilize água.

Essa proteção irá garantir que os elementos como o piso da laje e a estrutura em que foi executado, não sejam afetados pela ação da água que pode causar o desplacamento de pisos, corrosão da armadura utilizada no concreto armado, aparecimento de fungos e bactérias, dentro outros. Impermeabilizar uma laje pode ajudar a manter a estrutura em bom funcionamento e aumentar a vida útil da edificação.

Tipos de impermeabilização

Para a definição do melhor método para impermeabilizar lajes, é necessário conhecer os tipos de impermeabilização que podem ser executados.

É importante ressaltar que cada método de impermeabilização possui procedimentos e produtos diferentes e o estudo de cada um deles irá garantir que você tenha um serviço melhor executado e por um preço mais acessível. Basicamente, há dois tipos de impermeabilização: impermeabilização rígida e impermeabilização flexível.

Impermeabilização rígida

A impermeabilização rígida é recomendada para ser utilizada em locais em que não há grandes movimentações da estrutura, principalmente ocasionadas pela variação térmica.

Portanto, este tipo de impermeabilização é geralmente utilizado em estruturas como fundações, baldrames, reservatórios inferiores de água, piscinas enterradas, poços de elevador, muros de arrimo, etc.

As impermeabilizações rígidas podem ser aplicadas com produtos como argamassas impermeáveis, argamassas poliméricas e epóxi ou por cristalização.

Veja mais em: https://asmateriais.com.br/noticias/